Carregando...
Compartilhar

COVID-19: um depoimento para abrir seus olhos e fazer repensar.

COVID-19: um depoimento para abrir seus olhos e fazer repensar.

A carmelitana Marília Carvalho Soares mora em São Paulo e trabalha no Tribunal de Justiça de São Paulo.  No TJSP, o trabalho 100% remoto está em vigor desde 25/3, quando servidores e magistrados passaram a atuar em sistema de home office. Em 29 de maio, Marília publicou este texto em seu Facebook, um dia após o 1º caso da Covid-19 ser confirmado em Carmo do Rio Claro:

Em virtude da chegada do coronavírus em Carmo do Rio Claro, minha cidade natal que tanto amo, e um pouco surpresa com a reação de alguns conterrâneos, venho compartilhar minha experiência no epicentro da pandemia que é São Paulo (o estado tem um total de 89.483 casos e 6.712 mortes informados ontem e a serem atualizados).

Não estou aqui para julgar quem precisa sair para trabalhar, uma vez que acompanho a dificuldade do povo brasileiro. Tenho medo como todo mundo. O que posso fazer? Seguir as recomendações já conhecidas.

Estou em home office desde 25/03 e saio uma vez por semana para ir ao supermercado de máscara e luva. Não me informo sempre sobre a Covid-19 para manter a serenidade. É uma realidade muito dura para nosso País. O que me deixa apreensiva é a subnotificação dos casos da Covid-19, por falta dos testes em massa, e é iminente a reabertura do comércio por força da situação de calamidade na economia.

Como foi noticiado, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, decretou a antecipação dos feriados e fiquei com muita vontade de visitar meus pais que não vejo desde o carnaval. O que mais queria era poder estar com eles, entretanto, fiz o esperado pelo prefeito: fiquei em casa. Tenho muitas saudades do Carmo e da minha família, mas sigo em isolamento e faço o que me cabe: cuido de mim da melhor maneira e assim protejo o meu vizinho.

Lamentável a hostilidade de alguns conterrâneos com a família do primeiro caso confirmado na cidade. Nesta situação de fragilidade, o preconceito é reprovável e desnecessário. Ninguém tem controle sobre o vírus! Estamos todos na mesma situação de incerteza. O momento é de empatia e solidariedade, portanto, se puder, fique em casa.

Força, Carmelitanos! Cuidem-se! Sigam as orientações da Secretaria de Saúde, que até o momento, tem feito um excelente trabalho.

Que Deus nos abençoe e proteja.

Marlia navegando em navio de cruzeiro no Brasil em tempos sem pandemia.
Marília navegando em navio de cruzeiro no Brasil em tempos sem pandemia.

CONTATO

© COPYRIGHT 2020 - NANA DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.