Carregando...
Compartilhar

Carmelitana Lara Trindade Carvalho conta como foi o enfretamento da covid-19 e como está a vida pós-pandemia na Austrália.

O Brasil enfrenta o pior momento da pandemia desde seu início, sendo superado apenas pela Índia que se tornou, no dia 12 de abril, o segundo país do mundo com mais casos de covid-19 registrados. Enquanto isso, alguns países, aos poucos, começam a viver uma realidade mais próxima do pós-pandemia, como é o caso da Austrália.

Lara, médica dermatologista, mora há quase três anos na Austrália e, a pedido da colunista, relata o que viveu e o que vive com sua família em Victoria, segundo estado mais populoso do país.

“Aqui no estado de Victoria, na Austrália, ficamos, ao todo, cerca de cinco meses em confinamento, sendo que ele foi o mais atingido pelo Covid, e consequentemente, sofreu por mais tempo com restrições. Podíamos apenas sair de casa para fazer caminhada dentro de um raio de 5 km de nossa casa, sempre sozinhos ou acompanhados apenas de alguém que morasse conosco. O uso de máscara era obrigatório em todos os lugares. Visitas em casa não eram permitidas. Apenas serviços essenciais puderam continuar funcionando, como supermercados e farmácias e, ainda assim, somente uma pessoa da casa poderia ir fazer as compras.

Os profissionais da área da saúde, como eu, puderam continuar trabalhando, mas, a grande maioria, com telemedicina. Por exemplo, durante minha gravidez no ano passado, meu marido não pôde me acompanhar em nenhuma visita para ultrassom do meu bebê ou no hospital, sempre assistia tudo por vídeo chamada. Caso as regras fossem descumpridas, multas altas eram aplicadas.

Quando finalmente atingimos zero caso de Covid, ainda assim as restrições persistiram por aproximadamente duas semanas. Foram tempos difíceis, mas o governo se manteve firme nas severas restrições, mesmo com a incompreensão de muitos da população, até que pudéssemos usufruir da liberdade que estamos vivenciando hoje, na contramão de grande parte do resto do mundo. Desde novembro estávamos zerados de Covid, até que em fevereiro deste ano, com o Australian Open, registramos 13 novos casos, e então o confinamento foi decretado novamente por cinco dias, até que pudéssemos zerar o número de casos novamente.

Atualmente, o uso de máscaras foi dispensado pelo governo, sendo apenas recomendado em transporte público. Absolutamente tudo está aberto novamente, inclusive festivais com milhares de pessoas são permitidos. O turismo local cresceu significativamente desde então. Acredito que a administração eficaz e bem planejada do nosso governo diante da pandemia, colocando a segurança e saúde da população em primeiro plano, foi crucial para que controlássemos a circulação desse vírus traiçoeiro.”.

Lara com o marido engenheiro eletricista e florianopolitano Iuri Figueiredo e o recm-nascido australianoNoah Trindade Figueiredo em Ballarat Botanical Gardens, Jardim botnico na Austrlia.
Lara com o marido engenheiro eletricista e florianopolitano Iuri Figueiredo e o recém-nascido australianoNoah Trindade Figueiredo em Ballarat Botanical Gardens, Jardim botânico na Austrália.

CONTATO

© COPYRIGHT 2021 - NANA DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.